Patrocinado

Campanha de vacinação contra a gripe inicia nesta quarta-feira, dia 10

Campanha de vacinação contra a gripe inicia nesta quarta-feira, dia 10


Nesta quarta-feira, dia 10, a Prefeitura de Blumenau, por meio da Secretaria de Promoção da Saúde (Semus), inicia a 21ª Campanha Nacional de Imunização contra a Influenza, do Ministério da Saúde (MS).

A meta do município é vacinar 90% dos grupos prioritários, que soma um público alvo de 111.031 pessoas.

A Vigilância Epidemiológica de Blumenau já recebeu cerca de 24 mil doses da vacina trivalente, que estão sendo distribuídas nas 40 salas de vacinação.

A Campanha segue até o dia 31 de maio e está previsto para 4 de maio, sábado, o Dia “D” - de divulgação e mobilização nacional da vacinação.

A orientação do MS é de que nos primeiros dias da campanha, entre 10 e 19 de abril, sejam priorizados três públicos-alvo: crianças acima de seis meses e menores de seis anos, além de gestantes e puérperas, que são mulheres no período de até 45 dias após o parto.

Em Blumenau, esses três grupos representam mais de 25 mil pessoas. 

A partir do dia 22 de abril a vacinação passa a ser disponibilizada também aos demais grupos prioritários, que são os idosos (acima de 60 anos); trabalhadores da saúde; os professores das escolas públicas e privadas; povos indígenas; os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas; a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

Durante a campanha, além da vacina influenza, serão disponibilizadas outras vacinas do Calendário Nacional de Vacinação para atualização da Caderneta de Vacinação.

Também será intensificada a vacinação contra tétano e difteria. 

O objetivo da vacinação, de acordo com informe técnico do MS, é reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza, na população alvo, além de atualizar a situação vacinal de crianças, gestantes e puérperas.

A influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório, com tendência a se disseminar facilmente.

A transmissão ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, que após contato com superfícies recém-contaminadas por secreções respiratórias, pode levar o agente infeccioso direto a boca, olhos e nariz.

A doença costuma ter início súbito de febre, tosse, dor de cabeça, dores musculares e nas articulações, mal-estar, dor de garganta e coriza. 

Em 2018 o município teve 93 casos notificados suspeitos de Síndrome Respiratória Aguda Grave.

Desses, 22 casos foram confirmados para vírus influenza A (H1N1 e H3N2), e duas mortes em decorrência da doença, um adulto e uma criança menor de 2 anos



Patrocinado