Patrocinado
Escola Inclusiva capacita pessoas com deficiência para o mercado de trabalho

Foto: Ângelo Virgílio

Escola Inclusiva capacita pessoas com deficiência para o mercado de trabalho

Um estudo divulgado pelo IBGE no ano passado aponta que 6,7% da população brasileira possui algum tipo de deficiência, o que equivale a 12 milhões de pessoas.

Para apoiar na preparação delas para o mercado de trabalho, programas de capacitação são essenciais.

No Vale do Itajaí, a Viacredi, com o apoio do Sistema Ailos e em parceria com o Sesi, realiza de forma gratuita, a Escola Inclusiva.

Pela primeira vez, as aulas acontecem na cidade de Indaial e moradores de Blumenau, Pomerode, Rodeio, Timbó e de demais cidades da região, que possuam algum tipo de deficiência, também poderão participar.

As inscrições vão de 26 de junho a 26 de julho e as aulas iniciam no dia 4 de setembro no Sesi Indaial.

Para a responsável pelo programa na Central Ailos, Tatiana Cristina Buschirolli, a ação tem a finalidade de contemplar o maior número de pessoas possível:

“Este ano já estamos com turmas em Blumenau e em Itajaí, com abrangência para as cidades vizinhas. Quanto mais adesão tivermos, maior será o número de pessoas com deficiência que estarão capacitadas para o mercado de trabalho.”

Karem Rodrigues da Cunha dos Santos, colaboradora da Viacredi, é deficiente auditiva e foi contratada depois de participar da segunda turma do projeto.

Hoje, ela atua na cooperativa como auxiliar de atendimento, em Blumenau.

"A Escola Inclusiva da Viacredi e da Ailos foi a chave principal que abriu as portas para o meu futuro. Hoje, cada passo que dou é um desafio para me tornar uma nova pessoa. O acesso gratuito ao projeto pode realmente mudar nossas vidas”, diz.

O curso, que atenderá 30 alunos, terá a duração de três meses e ao longo das aulas os participantes aprenderão matemática, português e competências para o mercado de trabalho.

“São assuntos indispensáveis na maioria das profissões e, com esse aprendizado, eles se tornarão mais preparados para disputar as vagas”, complementa Tatiani.

Para se inscrever os candidatos devem ter mais de 18 anos e ensino fundamental completo.

Detalhes podem ser obtidos pelo telefone (47) 3231-5258 ou na área de notícias do site da Viacredi.


Patrocinado