Patrocinado

MAB implementa tecnologia digital para auxiliar em passeios culturais

MAB implementa tecnologia digital para auxiliar em passeios culturais


O Museu de Arte de Blumenau (MAB) colocou a disposição dos usuários uma novidade tecnológica que vai auxiliar nas visitas às exposições.

Quem comparecer ao local para conhecer as obras da 4ª Temporada agora tem acesso a mais uma ferramenta para orientar o passeio cultural.

No corredor do 1º piso, ao lado da Sala Elke Hering, o visitante encontrará códigos de leitura (QR Code).

Após baixar o aplicativo na Play Store, o público irá escanear as imagens e abrir o vídeo com informações sobre o museu e as atividades oferecidas.

Também encontrará uma apostila e demais materiais educativos sobre a temporada lançada no dia 5 de setembro.

O Código QR consiste de barras bidimensionais que podem ser facilmente escaneadas usando a maioria dos telefones celulares equipados com câmera ou por aplicativos de leitura.

“Alguns celulares possuem câmeras capazes de fazer a leitura, mas outros precisam de aplicativos específicos”, comenta a gerente do MAB, Mia Ávila.

“O QR Scanner é um aplicativo encontrado na Play Store. Para usar o sistema, apenas aproxime o celular com a câmera ou acione o aplicativo, que a leitura do QR Code será automático.” 

A 4ª Temporada de Exposições do MAB está com obras de artistas da Finlândia, Argentina, Itália, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e Distrito Federal.

As visitas podem ser feitas até 24 de outubro, de terça-feira a domingo, das 10h às 16h. A entrada é franca.

 

Confira os expositores abaixo:

  1. Não é possível voltar o relógio, de Hannu Palosuo (Finlândia)
  2. Sinfonia do espaço, de Jorge Miño (Argentina)
  3. Além do sinal e da matéria, de Alex Caminiti (Itália)
  4. Sanagê Pele e Osso, de Sanagê (DF)
  5. Entre o mundo maravilhoso e fabulações, de Andréa Brächer (RS)
  6. Hipótese Gaia, do Coletivo Duas Marias (PR)
  7. Ilhas levadiças, de Jan M.O. (SC)



Patrocinado