Patrocinado

Hering admite falha em estratégia e ações perdem R$ 600 milhões em valor

Hering admite falha em estratégia e ações perdem R$ 600 milhões em valor

Ações da Hering sofreram um baque ontem.

Desvalorizaram 12,59%.

Uma perda de mercado de R$ 600 milhões.

 

A notícia foi destaque em toda a imprensa especializada.

A queda ocorreu após o diretor-presidente da companhia, Fabio Hering, admitir que a empresa adotou estratégias falhas ante os concorrentes, que apostaram em produtos de menor valor para presentes no final de ano.

Com isso, as vendas de Natal teriam sido decepcionantes.


 

O Valor Econômico apresentou o seguinte resumo sobre a queda das ações da Hering:


 

  1. O comando da Cia Hering disse nesta terça-feira, em teleconferência com analistas, que o desempenho de vendas no Natal foi “frustrante”, porque a recuperação econômica não veio num ritmo “suficiente” para manter o bom desempenho registrado na Black Friday também no Natal. 

  2. Mas, além disso, a companhia ressaltou que teve responsabilidade no desempenho.

  3. Como consequência, as ações da empresa caíram 12,59% no dia.

  4. Segundo Thiago Hering, diretor de operações e filho do presidente Fabio Hering, a empresa não apostou em um produto com preço mais barato em dezembro, pois acreditava que a demanda verificada na Black Friday não se desaceleraria da forma como se viu.

  5. Houve aumento no tráfego em lojas, mas queda na conversão, disse o diretor, que está no cargo desde o ano passado.

  6. Segundo prévia de vendas publicada na noite da última segunda-feira, a receita bruta da Cia. Hering caiu 5,2% de outubro a dezembro sobre 2018, para R$ 503 milhões.

  7. O canal de vendas de lojas multimarcas teve a maior queda, de 13%, reflexo da queda na demanda e de uma reestruturação nessa operação que já dura alguns trimestres e que envolve uma maior “racionalização” da base dessas lojas, diz a direção.

  8. O único canal de vendas com crescimento no quarto trimestre foi a operação on-line, com expansão de 48,2%, atingindo 4,4% da receita da companhia, alta de 1,6 ponto percentual. Esse braço ajudou nos resultados da Black Friday em novembro.

  9. Eventuais falhas da gestão em dezembro cobram um preço alto. O mês responde por 60% das vendas do trimestre da empresa e por 22% das vendas do ano e equivale a três vezes a venda de um mês normal.

  10. A Cia Hering disse que o início do ano não tem mostrado desempenho muito diferente daquele que a rede verificou em dezembro porque a companhia não mudou sua estratégia em loja — que já trouxe efeitos negativos no Natal.

  11. A Hering afirmou que não vai alterar os planos de investimento e a estratégia geral do negócio em 2020.

  12. A ação ordinária da Cia Hering registrou uma perda de R$ 642 milhões em valor de mercado no pregão.

  13. A forte pressão refletiu números operacionais bem aquém do esperado pelo mercado. Na última segunda-feira, a companhia valia R$ 5,099 bilhões, passando para um valor de R$ 4,457 bilhões nesta terça-feira.

  14. No fechamento, o papel recuou 12,59%, cotado a R$ 27,42.

  15. Em relatório, o Citi afirma que os resultados apresentados foram muito fracos e que a recuperação da empresa não segue uma linha reta, mas, sim, uma “jornada”, com pontos altos e baixos.


 



Patrocinado
Patrocinado

Agenda