Patrocinado
Ricardão não vai na nomeação do embaixador Ingo Penz

Ricardão não vai na nomeação do embaixador Ingo Penz

CARLOS TONET
Só de olho nas tretas

 

Assessoria do vereador Zeca Bombeiro distribuiu agora um relising dizendo que hoje será entregue o título de Embaixador da Oktoberfest ao Ingo Penz.

Vai ser durante a sessão da Câmara.

O Ingo Penz é aquele sujeito que anda na Chopmotorrad.

A medida é mais uma intromissão nas coisas da prefeitura.

Se alguém tivesse que escolher um embaixador seria a organização da festa.

Mas o Zeca está acostumado com esse tipo de coisa, ele até apresentou projeto mexendo nas regras de planos de saúde privados.

O projeto do Zeca Bombeiro causou irritação em muita gente.

Ricardão já disse que é contra.

Ele disse que a Oktober não precisa de embaixador e que somos todos embaixadores.

Ele disse que tinha outras pessoas na fila pra serem embaixadores se fosse o caso.

O decreto transforma o Ingo em escravo da prefeitura, determinando que ele fique à disposição das autoridades pra representar a festa.

Quem vai enfrentar constrangimento é o próprio Ingo.

Vai ficar esperando sentado em casa porque o Ricardão não vai chamar ele.

Ricardão não irá na cerimônia.

"Não houve diálogo, foi uma imposição, um desrespeito para com a cidade. Não tenho o que fazer nessa cerimônia", disse o secretário.

Ricardão está fulo.

Até agora não sei onde estava a bancada governista na hora de brecar o troço.

 

EDITORIAL DO CARLOS

Na minha imodesta e sempre bem abalizada opinião, se tem alguém que mereceria o título de Embaixador da Oktober, o Ingo seria o primeiro da fila. Está lá desde as primeiras edições, com o Horácio Braun.

A maneira intempestiva e intromitória como o tro
ço foi aprovado só trouxe constrangimento ao próprio Ingo.

É como se o Ricardo elegesse por conta própria o presidente da Câmara e mandasse os vereadores empossar goela abaixo.

Patrocinado
Patrocinado

Destaque Empresarial

Patrocinado
Patrocinado
Patrocinado