Clique aqui para anunciar

AAPPM realiza pedágio neste sábado

AAPPM realiza pedágio neste sábado

A Associação de Amigos, Pais e Portadores de Mielomeningocele (AAPPM) realizará no dia 14 a 5ª edição do Pedágio.

A ação será realizada, das 8h às 13h, nos principais semáforos da cidade.

O objetivo da ong é arrecadar fundos para manutenção de suas ações e atendimentos.

A instituição atende 79 famílias de toda a região.

Eles fornecem vários serviços à essas famílias, como: 

  1. Atendimento de fisioterapia neurológica e pilates.

  2. Serviço social.

  3. Visitas domiciliares.

  4. Serviço de convivência e fortalecimento de vínculos.

  5. Garantia de direitos.

  6. Alojamento para as famílias, que não moram em Blumenau, ficarem durante os atendimentos.

Atualmente, a AAPPM se mantem com recursos próprios, e o pedágio possui a maior representatividade em termos de fontes de renda.

 

 

Sobre a AAPPM:

A AAPPM iniciou suas atividades em 2005, com a junção de familiares de pessoas com Mielomeningocele, que compartilhavam da mesma frustração por falta de orientação, e de um espaço para o atendimento da especificidade.

O objetivo deles é promover ações de prevenção, proteção, orientação e amparo às pessoas com deficiência física em decorrência da Mielomeningocele e consequências, com a finalidade de garantir a defesa e efetivação dos direitos socioassistenciais.

 

Sobre a doença:

A Mielomeningocele é uma má formação da coluna que ocorre já nos primeiros meses de gestação.

Assim que o bebê nasce é realizado o fechamento cirúrgico da lesão com pele e cartilagem.

As pessoas que nascem com essa malformação podem apresentar diversas disfunções associadas como:

  1. Hidrocefalia.

  2. Incontinência urinária e fecal.

  3. Distúrbios sensitivos (falta de sensibilidade e de movimentos) e ortopédicos (má formações ósseas), geralmente nos membros inferiores; pés com deformidades.

Uma das causas para esses problemas é devido a problemas nutricionais, pontualmente associados à falta de ácido fólico durante a gestação.

A doença apresenta sequelas, as mais comuns são paraplegia, exigindo acompanhamento médico vitalício.

 

Para saber como ajudar a instituição, entre em contato:

Telefone: (47) 3323-2804

Whatsapp: (47) 99177-9220

E-mail: contato@aappmmielo.com.br

Destaque Empresarial

Patrocinado